Olá visitante, faça já seu  login     Cadastre-se  
   A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V X Y W Z 0-9 Buscar:
Ajude-nos a melhorar o canal de música, envie já suas opiniões e sugestões !
Gilberto Gil
0 fã(s)
7 comentário(s)
Tornar favorito
Você esta em: Home » Música » Gilberto Gil » Biografia
Biografia de Gilberto Gil
Gilberto Passos Gil Moreira, mais conhecido como Gilberto Gil (Salvador, 26 de junho de 1942) é um cantor e compositor brasileiro.
Formado em administração de empresas, o primeiro emprego foi na Gessy Lever, em São Paulo. Iniciou a carreira como músico da bossa nova, mas logo começou a compor músicas que refletiam um novo foco de preocupação política e ativismo social, ao lado do parceiro Caetano Veloso. Foi a irmã de Caetano, a já reconhecida cantora Maria Bethânia, que lançou Gilberto Gil nacionalmente como compositor nos anos 60. Nos anos 70, Gil acrescentou elementos novos, da música africana e norte-americana, ao já vasto repertório, e continuou lançando álbuns como Realce e Refazenda. João Gilberto gravou a música Eu Vim Da Bahia, de Gil, no clássico LP João Gilberto.

Anos 60 e 70

Em fins de 1968, Gil e Caetano Veloso, cuja importância no Brasil era, e é, de certa forma comparável à de John Lennon e Paul McCartney no mundo anglófono, foram presos pelo regime militar brasileiro instaurado após 1964 devido a supostas atividades subversivas, de que foram taxados. Depois da anistia, ambos exilaram-se por ocasião do governo militar em vigência no Brasil a partir de 1969 em Londres.

Nos anos 70 iniciou uma turnê pelos Estados Unidos e gravou um álbum em inglês. De volta ao Brasil, em 1975 Gil grava Refazenda, um dos mais importantes trabalhos que, ao lado de Refavela, gravado após uma viagem ao continente africano, e Realce, formariam uma trilogia RE. Refavela traria a canção Sandra, onde, de forma metafórica, Gil falaria sobre a experiência de ter sido preso por porte de drogas durante um excursão ao sul do país e ter sido condenado à permanência em manicômio judiciário, ou conforme denominação eufemística, casa de custódia e tratamento, entretanto designada por Gil como hospício.

Fechamento da trilogia, Realce causaria certa polêmica quando alguns considerariam a canção título como uma ode ao uso de cocaína, isto talvez explicitado pelos versos: realce, quanto mais purpurina melhor.

Ao lado dos colegas Caetano Veloso e Gal Costa, lançou o disco Doces Bárbaros, do grupo batizado com o mesmo nome e idealizado por Maria Bethânia, que era um dos vocais da banda. O disco é considerado uma obra-prima; apesar disto, na época do lançamento (1976) foi duramente criticado. Doces Bárbaros foi tema de filme, DVD e enredo da escola de samba GRES Estação Primeira de Mangueira em 1994, com o enredo Atrás da verde-e-rosa só não vai quem já morreu, puxadores de trio elétrico no carnaval de Salvador, apresentaram-se na praia de Copacabana e para a Rainha da Inglaterra. O quarteto Doces Bárbaros era uma típica banda hippie dos anos 70.

Inicialmente o disco seria gravado em estúdio, mas por sugestão de Gal e Bethânia, foi o espetáculo que ficou registrado em disco, sendo quatro daquelas canções gravadas pouco tempo antes no compacto duplo de estúdio, com as canções Esotérico, Chuckberry fields forever, São João Xangô Menino e O seu amor, todas gravações raras.

Anos 80

Trabalhou com Jimmy Cliff com quem fez, em 1980, uma excursão, pouco depois de ter feito uma versão em português de No Woman, No Cry (em português, Não chores mais) sucesso de Bob Marley & The Wailers que foi um grande sucesso, trazendo a influência musical do reggae para o Brasil.

Originalmente idealizado para a montagem do ballet teatro do Balé Teatro Guaíra (Curitiba, 1982), o espetáculo O Grande Circo Místico foi lançado em 1983. Gil integrou o grupo seleto de intérpretes que viajou o país durante dois anos com o projeto, um dos maiores e mais completos espetáculos teatrais já apresentados, para uma platéia de mais de duzentas mil pessoas. Gil interpretou a canção Sobre todas as coisas composta pela dupla Chico Buarque e Edu Lobo. O espetáculo conta a história de amor entre um aristocrata e uma acrobata e da saga da grande família austríaca proprietária do Grande Circo Knie, que vagava pelo mundo nas primeiras décadas do século.

Valendo-se ainda do filão engajado da pós-ditadura, cantou, ainda que com uma participação individual diminuta, no coro da versão brasileira de We are the world, o hit americano que juntou vozes e levantou fundos para a África ou USA for Africa. O projeto Nordeste já (1985), abraçou a causa da seca nordestina, unindo 155 vozes num compacto, de criação coletiva, com as canções Chega de mágoa e Seca d´água; é de Gil a autoria da composição de Chega de mágoa. Elogiado pela competência das interpretações individuais, foi no entanto criticado pela incapacidade de harmonizar as vozes e o enquadramento de cada uma delas no coro.

Dentre as inúmeras composições consagradas pelo próprio Gil e na voz de outros intérpretes, estão: Procissão, Estrela, Vamos Fugir, Aquele Abraço, A Paz, Sítio do Pica-Pau Amarelo, Esperando na Janela, Domingo no Parque, Drão, No Woman no Cry, Só Chamei Porque te Amo, Não chores mais Woman no cry, Andar com Fé, Se Eu Quiser Falar Com Deus, Divino maravilhoso, A linha e o linho, Com medo com Pedro, Objeto sim objeto não, Three Little Birds, Ela, Pela Internet, A Novidade, Morena, A Raça Humana, Palco, Realce, Divino maravilhoso, e outras.

Compôs para dezenas de artistas, como Elis Regina, Simone Bittencourt de Oliveira, Maria Bethânia, Gal Costa, Zizi Possi, Daniela Mercury, Carla Visi e Ivete Sangalo.

Em 1994, Gilberto Gil foi um dos pioneiros no formato acústico no Brasil ao produzir, junto à MTV, o programa e CD Gilberto Gil Unplugged. Sete anos depois, esse registro histórico volta totalmente remasterizado em DVD. Produzidos pela Refazenda - empresa fundada por Flora Gil - o DVD conta com 3 faixas inéditas em vídeo, comentários de Gil, cifras para violão, biografia ilustrada, discografia completa, links para Internet e uma apresentação dos músicos.

Com mais essa inovação, o cantor baiano de 59 anos de idade mostra que está em plena atividade, longe da aposentadoria dos meios Músicais - é o brasileiro com mais indicações para o Grammy Latino deste ano.

Apesar de intimamente ligado à música, Gil expandiu sua atuação para a direção de festivais Músicais (Percpan), criação de rádio online (Expresso 2222), participação em eventos sociais (Movimento GNT) e outras atividades pelo país. Com uma extensa carreira, mantém uma aura de respeitabilidade que poucos no Brasil podem dizer que tem. Gil parece reencarnar o rei Midas, pois tudo que toca imediatamente ganha peso e verdade. Se faz a trilha de um filme como Eu Tu Eles, por exemplo, ela vira hit nas paradas brasileiras. E Gil não parece se preocupar com o ouro que cria, tanto que vive dando entrevistas e gentilmente explicando seus pontos de vista.

A trajetória mitológica de Gil teve sua estréia Músical oficial no longínquo compacto de 1962 Povo Petroleiro, com a marcha Coça, Coça, Lacerdinha. De lá para cá sua biografia se transforma em um infindável número de acontecimentos significativos dentro da música e adjacências. O disco de estréia foi Gilberto Gil - Sua Música, Sua Interpretação, de 1963. Fã de João Gilberto, chegou a cantar no mesmo estilo que a fonte geradora da bossa nova.
Site Oficial: http://www.gilbertogil.com.br/
BastaClicar 2000 - 2009 - Todos os direitos reservados - Fale conosco - Anuncie aqui